APOIO AO CLIENTE: +351 221161757 | geral@factord.pt

Vamos poupar na eletricidade!

Escrito em 02 de agosto de 2022

Vamos poupar na eletricidade!

Todos os dias somos surpreendidos pelas contas que nos chegam a casa. Pense na sua última fatura da eletricidade! A subida galopante da inflação em Portugal traduz-se, na prática, numa redução real do poder de compra. Ou seja, conseguimos comprar menos produtos e serviços com o mesmo salário. Já sentiu o efeito da inflação na sua carteira? E agora, o que podemos mudar nas nossas casas e nos hábitos de consumo para mudar esta situação?

1 - Analise os seus consumos de energia

Muitas vezes optamos por pagar as despesas mensais por débito direto e receber a fatura por e-mail. É uma solução mais rápida, cómoda e amiga do ambiente! Mas com isso perdemos o hábito de consultar periodicamente o detalhe das faturas e perceber onde e quando fizémos despesas que podem afetar o orçamento familiar. O nosso conselho? Seja um cidadão digital mais atento. E no caso dos contratos de energia não se esqueça que pode mudar quando bem lhe apetecer. Utilize o simulador da ERSE, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos, para comparar a sua fatura com os tarifários de outros operadores. Basta ir aqui https://simulador.precos.erse.pt.

Se quiser analisar especificamente o consumo de cada um dos seus eletrodomésticos considere comprar uma tomada inteligente! Há várias opções no mercado com diferentes funcionalidades a preços para todas as carteiras. É um pequeno investimento hoje que lhe pode trazer grandes poupanças amanhã!

Com esses dados na mão aproveite para equacionar um tarifário diferente. Se a maioria dos seus consumos são à noite faça as suas contas. Será que compensa o tarifário bi-horário? Peça ajuda ao seu comercializador de energia.
E não se esqueça de verificar a Potência Contratada na sua fatura. Se chegar à conclusão que não tem consumos que justifiquem o escalão em que se encontra mude para um escalão inferior. Não paga nada pela mudança mas pode deixar de pagar pela disponibilidade de energia que não consome!

2 - Leia a Etiqueta Energética antes de comprar

Parece um conselho óbvio mas, na verdade, um grande número de pessoas falha na hora de comparar eletrodomésticos com base na Etiqueta Energética. E com isso pode levar para casa um produto um pouco mais barato ou esteticamente mais apelativo que pode consumir até o dobro de eletricidade ou mais! Um exemplo que se repete todos os anos é a compra das ventoinhas mais baratas quando o calor de verão aperta. Habitualmente são aparelhos com baixa eficiência energética que irão estar ligados horas a fio. A insatisfação chega com a conta da luz!
Quando analisa a Etiqueta Energética preste atenção à referência do consumo anual do aparelho. Com esse número pode comparar as diferentes opções sabendo como é que a sua compra vai ter impacto direto na conta de eletricidade que paga todos os meses. Conheça a nossa oferta das melhores marcas em ventoinhas e climatizadores eficientes e com soluções para todas as necessidades.

3 - Planeie a sua iluminação LED

Talvez já saiba que é proibida a venda de lâmpadas de halogénio desde 2018. E também sabe que as lâmpadas LED podem durar até 15 a 20 anos, com um gasto de energia muito inferior àquelas.
Mas a maioria das pessoas compra uma lâmpada apenas para substituir outra que deixou de funcionar. Não tem em consideração que existem centenas de opções, com diferenças de iluminância, temperatura da cor, etc. Basta pensar, por exemplo, que não precisa ter no seu quarto uma luz tão intensa como a que tem na cozinha, onde necessita de ótima iluminação para cozinhar. O seu quarto deve ser uma área tranquila, em que a luz ambiente o ajuda a relaxar de um dia intenso. Mesmo entre lâmpadas LED umas são mais eficientes do que outras
Se tiver dúvidas fale connosco! Estamos aqui para ajudar.

4 - Escolha a energia fotovoltaica

Desengane-se se acha que precisa ter painéis solares para consumir energia fotovoltaica. Cada vez mais operadores oferecem soluções na forma de comunidades de energia! O que significa isto? Você pode não ter possibilidade de instalar painéis fotovoltaicos mas alguém na sua área de residência tem uma instalação suficientemente grande para produzir excedentes solares. Numa comunidade ele irá disponibilizar à rede aquilo que você irá consumir. Qual é a vantagem? A proximidade reduz e muito os custos de transporte de eletricidade e é por isso que as Comunidades de Energia podem oferecer tarifários vantajosos. Esteja atento às Comunidades na sua área de residência, consultando o site da Energia Unida ou de comercializadores como as cooperativas de produção como a Coopérnico e informe-se sobre o seu funcionamento. Compreenda se estas soluções são adequadas para si.

5 - Gere a sua própria energia

Se puder instalar painéis solares o caminho da energia é ainda mais direto, do sol até si, sem intermediários!
A partir de 1 de julho de 2022 o IVA dos painéis solares foi reduzido de 23% para 6%, tornando a sua instalação mais acessível e o retorno do investimento mais rápido. Sim, é verdade que pode reduzir até 40% na sua fatura mensal se instalar painéis fotovoltaicos. Mas, antes de decidir, informe-se e compare! Analise com atenção as necessidades reais de energia ao longo do dia. Não se esqueça que os painéis não produzem à noite, quando a maior parte das pessoas está, de facto, em casa e os consumos disparam. Dimensione a instalação fotovoltaica para responder aos seus hábitos de consumo. E considere a possibilidade de fazer pequenas mudanças nas suas rotinas domésticas como usar a máquina da roupa ou da louça durante o dia, aproveitando a produção solar.

6 - Aproveite os excedentes dos painéis solares

Quase todas as instalações solares domésticas produzem excedentes! A verdade é que a grande maioria desse excesso de produção é perdido para a rede elétrica, sem que você tenha nenhum benefício. Pode começar a vender a eletricidade que gerou mas a burocracia que implica e o valor quase residual que é pago pelas operadores desmotivam qualquer um.

Como posso aproveitar ao máximo a produção dos painéis solares? Existem soluções de armazenamento de energia, são as famosas baterias de lítio mas a verdade é que ainda são muito dispendiosas.

Uma excelente alternativa é a instalação de acumuladores de calor solar!
A gama ECOMBI SOLAR do fabricante espanhol Elnur Gabarrón aproveita os excedentes de produção dos painéis para acumular a energia na forma de calor, que depois liberta ao longo do dia de forma gradual e silenciosa, mantendo a sua casa à temperatura que escolher. E quando os excedentes não são suficientes para carregar o acumulador ele recorre aos horários de vazio, quando os preços da eletricidade são mais baixos.
Desta forma consegue aproveitar a quase totalidade da produção dos seus painéis solares! Ao mesmo tempo elimina a necessidade de instalar equipamentos de ar condicionado (com as suas revisões periódicas dispendiosas!) ou de usar outros equipamentos de aquecimento no inverno, que são os culpados das contas de eletricidade assustadoras que já recebeu!

Quer saber mais sobre a gama ECOMBI SOLAR? Fale connosco e comece hoje a planear a poupança de amanhã!


×